APROVAÇÃO DO GOVERNO LULA CAIU EM OUTUBRO, DIZ GENIAL/QUAEST

A aprovação do governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) caiu de agosto para outubro, segundo pesquisa da Quaest encomendada pela Genial Investimentos e divulgada nesta quarta-feira (25/10). A taxa de respostas positivas ao governo caiu de 60% para 54% nesse intervalo de tempo — a margem de erro do levantamento é de 2,2 pontos percentuais.

Dos participantes da sondagem, 42% desaprovaram o governo atual, enquanto 4% não responderam. Apesar da queda, o novo patamar ainda não é o mais baixo. Em abril, o petista teve 51% de aprovação.

DivulgaçãoAprovação do presidente Lula em outubro

Já em termos de avaliação, quando os entrevistados classificam o governo como positivo, regular ou negativo, houve variação para baixo dentro da margem de erro para o índice de avaliação positiva: era de 42% em agosto e agora está em 38%. A avaliação regular seguiu estável, a 29%, enquanto a avaliação negativa cresceu de 24% para 29%.

DivulgaçãoAvaliação positiva variou dentro da margem de erro de 2,2 pontos percentuais

A opinião sobre se o país está na direção correta se inverteu. No levantamento de junho, 46% acreditavam que sim e 41% disseram que não. Agora, 49% apontaram que o Brasil está no caminho errado, enquanto 43% ainda acham estar na direção certa.

Desde fevereiro, a avaliação de que o governo Lula é melhor do que o do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) tem caído. No segundo mês do ano, 60% consideravam a gestão petista melhor. Em junho, essa percepção era a de 49% dos entrevistados e, agora, variou na margem de erro para 47%.

Em fevereiro, 27% consideravam o governo atual pior do que o de Bolsonaro, com aumento a 34% em junho e, agora, variação para 38%.

Divulgação

Os que achavam as gestões iguais eram 8% em fevereiro, 11% em junho e são 10% em outubro.

A Quaest realizou 2.000 entrevistas presenciais de 19 a 22 de outubro. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais, e o nível de confiança, 95%. #Política

METRÓPOLES

Compartlhar
Enviar
Twitter
Telegram

Informação é poder. Assine, gratuitamente, a newsletter e receba nosso conteúdo no seu e-mail. Salve este blog entre os seus favoritos, leia e fique por dentro do que você precisa saber.

Se inscreva no canal do Youtube e siga o editor no Twitter, Facebook, Instagram e Threads.